Carregando...

DIU ANDALAN CLASSIC Cu 380 C/ 1 DISP INTRAUTERINO + 1 APLICADOR

51%
OFF
  • DIU ANDALAN CLASSIC Cu 380 C/ 1 DISP INTRAUTERINO + 1 APLICADOR
  • Compartilhe:
    Marca: DKT
    De: R$190,00
    Por: R$94,50
    Pagamento à vista no Boleto e PIX
    ou em até 6x de R$15,75 no cartão sem juros.

    Ver formas de pagamento

    Formas de Pagamento

    Cartão de Crédito

    • 1x sem juros
    • R$94,50
    • 2x sem juros
    • R$47,25
    • 3x sem juros
    • R$31,50
    • 4x sem juros
    • R$23,63
    • 5x sem juros
    • R$18,90
    • 6x sem juros
    • R$15,75
    • 7x com juros
    • R$13,50 (0.00% a.m.)
    • 8x com juros
    • R$11,81 (0.00% a.m.)
    • 9x com juros
    • R$10,50 (0.00% a.m.)
    • 10x com juros
    • R$9,45 (0.00% a.m.)

    Depósito em Conta

    • 1x
    • R$94,50

    Boleto Bancário

    QTD
    Calcule o frete

    INDICAÇÃO

    O Dispositivo Intrauterino de Cobre é indicado como contraceptivo para prevenção de gravidez em mulheres.

    O efeito anticoncepcional do DIU é obtido através da liberação contínua de íons de cobre na cavidade uterina, o que aumenta a sua concentração na cavidade uterina, no muco cervical e no fluido tubário. Estudos demonstram que o DIU com cobre previne a fertilização, reduzindo o número e viabilidade dos espermatozóides que chegam à porção ampular da trompa, onde está o óvulo, e alterando os movimentos dos cílios das trompas, o que dificulta a movimentação do óvulo em direção ao útero.

    PRINCÍPIO ATIVO

    Dispositivo Intrauterino de Cobre.

    ARMAZENAMENTO

    Deve ser armazenado em local fresco e arejado, longe da luz solar sob temperatura ambiente de 15°C a 30°C.

    CONTRAINDICAÇÃO

    O uso do Andalan é contraindicado em casos de doenças malignas do trato genital; Sangramento vaginal não diagnosticado; Gravidez; Histórico anterior de gravidez ectópica ou fatores de pré-disposição; Infecções no trato genital (exceto candidíase); Doenças sexualmente transmissíveis durante os últimos 12 meses (ex - ceto vaginite bacteriana, infecções por herpes repetidas e hepatite B); Aborto séptico durante os últimos 3 meses, doenças inflamatórias da pélvis; Malformação uterina (congênita ou adquirida); Alergia ao cobre; Presença ou suspeita de neoplasia uterina ou do colo uterino.

    REAÇÕES ADVERSAS E EFEITOS COLATERAIS

    Após a inserção do ANDALAN, a mulher poderá sentir cólica e/ou dores abdominais.

    Algumas mulheres são mais propensas à síncope, bradicardia e outros episódios neurovasculares durante ou imediatamente após a inserção ou remoção do ANDALAN.

    Pode ocorrer, durante o primeiro ciclo menstrual após a inserção, sangramentos intermenstruais ou spotting (pequenos sangramentos menstruais). Em algumas mulheres pode haver recorrência por vários ciclos. Pode ocorrer prolongamento da menstruação e um aumento do fluxo menstrual. Pode haver aparecimento ou agravação de amenorréia. Já foram constatados casos de: aborto séptico, incrustação, fragmentação do dispositivo intrauterino, endometrite, erosão cervical, expulsão completa ou parcial do dispositivo intrauterino e anemia. Em casos raros, já foram relatos: dor lombar, dor nas pernas, dispaurenia, infecções geniturinária, secreção vaginal anormal, perfuração do útero e cérvix, aumento do risco de aborto espontâneo e septicemia, reações alérgicas da pele, urticária e gravidez ectópica.

    Mais Vendidos